Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Participação histórica do Câmpus no 9º CONICT

Publicado: Quinta, 20 de Dezembro de 2018, 13h40 | Última atualização em Quinta, 20 de Dezembro de 2018, 13h40 | Acessos: 580
imagem sem descrição.

Nos dias 11, 12 e 13 de dezembro de 2018, ocorreu o 9º Congresso de Inovação, Ciência e Tecnologia – CONICT, no Câmpus Boituva. O evento é organizado uma vez por ano pela Pró Reitoria, em parceria com o Câmpus escolhido para sediar o Congresso.

O Câmpus Birigui participou apresentando 41 trabalhos científicos, e 37 alunos representando muitos dos cursos oferecidos no Câmpus: Técnicos Integrados em Administração e Informática, Engenharia da Computação, Licenciatura em Matemática, Licenciatura em Física, Tecnologia em Sistemas para Internet e Tecnologia em Mecatrônica, Técnico em Automação.

O Câmpus prestigiou a grade de eventos, assistindo as palestras proferidas, o Ciência em Show, os minicursos, num clima de união entre os alunos e servidores, que comparecerem nas apresentações uns dos outros, dando apoio e motivação.

 Os alunos que participaram do CONICT, orientados por servidores do Câmpus Birigui foram:

Alan Leonildo Santos, com o trabalho Processo automatizado para separação de materiais recicláveis em central de triagem, sob a orientação do Prof. Freddy Franz Romero Calcina.

Amanda Nunes, com o trabalho Aprendendo matemática com os egípcios: estudo das principais contribuições do Egito para a aritmética e álgebra; Caio Henrique Mendes Baggio, com o trabalho Cálculo diferencial no ensino médio: estudo de funções e suas derivadas; Gabriel Aparecido Zerbinatti, com o trabalho sensor de batimentos cardíacos para o estudo de funções trigonométricas; Luan André Contel, com o trabalho Pesquisa operacional no ensino médio: modelagem de problemas de programação linear e solução utilizando o solver do software excel e Maria Eduarda Suart Paganini, com o trabalho Jogo twister da análise combinatória: uma ferramenta facilitadora do processo de ensino aprendizagem da matemática, sob orientação do Prof. Flávio Lima.

Anna Júlia de Lima Rodrigues Salgueiro, com o trabalho Medalhistas brasileiros paraolímpicos rio 2016: quem são esses atletas?, sob a orientação da Pedagoga Drª. Michele Oliveira.

Annabela Difiori, com o trabalho Geração de energia elétrica a partir dos passos, sob orientação do Prof. Dr. Eduardo Shigueo Hoji.

Beatriz Aguilera Becerra Gomes, com o trabalho Desenvolvimento de atividades lúdicas para o ensino de astronomia, Beatriz Carmelin Graciotin, com o trabalho criação de labirintos para o ensino de astronomia na educação infantil e no ensino fundamental I.

Camila Lacerda Soares Ferraz, com o trabalho Teoria dos grafos: a procura do melhor caminho; e Pietra Strazzeri Kodama, com o trabalho Uma introdução ao estudo da lógica fuzzy e suas aplicações, sob orientação do Profº Dr. Régis Leandro Stábile.

Djavan dos Santos Candeia, com o trabalho Determinação da magnitude limite observável por uma câmera DSLR por meio de astrofotografia; Fabiana Esgalha Vieira Honda, com o trabalho Explorando o sistema solar: desenvolvimento de um livro para o ensino de astronomia; Marina Grazielle Francisco Leite, com o trabalho Construção do diagrama hr das plêiades (m45) para estudar populações estelares; Pedro Ricardo da Silva Neto, com o trabalho Simulação da taxa de colisão das partículas do núcleo estelar; Joao Victor Caretta Martins e Sarah Catharina Vitali de Melo, com o trabalho Comparação de simuladores para o ensino de astronomia,  e Viviane Antunes Pereira, com o trabalho O ensino de óptica para deficientes visuais, sob orientação do Prof. Me. Deidimar Brissi.

Djavan dos Santos Candeia, com o trabalho dispositivo de baixo custo para o monitoramento de pacientes com doenças cognitivas;  e Katherine Suely Hideko Kuano Sawaeda, com os trabalhos Sistema web para monitoramento e gerenciamento de dados de pessoas com doenças cognitivas e Aplicativo para monitoramento de pacientes com doenças cognitivas; Leandro Mello Domingues Pinheiro, com o trabalho Uso da realidade virtual para auxilio de deficientes visuais, e Fabrício Malta de Oliveira, com o trabalho Aplicativo de realidade virtual e tecnologia assistiva para auxílio a deficientes visuais, sob orientação do Prof. Drº Rogério Pinto Alexandre.

Fabrício Malta de Oliveira participou também com o trabalho Desenvolvimento de banco de dados georreferenciado sobre os setores produtivos de Birigui – SP, sob orientação do Prof. Dr. Renato Correia de Barros; e  com o trabalho Pesquisa sobre dados relativos dos setores produtivos para compor banco de dados do núcleo de empreendedorismo e inovação IFSP Câmpus Birigui; Luiz Chun Rom Hsu, com os trabalhos sobre a divisão do trabalho inovador, na perspectiva de Mazzucato e O papel das empresas na divisão do trabalho inovador: estudo do arranjo produtivo local calçadista e outros setores produtivos de Birigui – SP, esses três últimos sob a orientação da Profª Drª Andréia de Alcântara Cerizza.

Filip Junio Felipe, com o trabalho Serviços web para uma infraestrutura de IOT, sob orientação do Profº Dr. Alexandre Ribeiro.

Gabrieli Guinami Peversoli, com o trabalho “Ética e administração: o conceito de alteridade em Levinas”, sob orientação do Prof. Drº Genivaldo de Sousa Santos.

Hemily Santana Dantas, com o trabalho Educar - um projeto para educação em artrite reumatóide, sob orientação da Profª Drª Flávia Prisco Cunha.

João Augusto Fernandes Sinatra, com o trabalho Uso da realidade virtual e holografia no letramento científico: uma abordagem voltada à educação básica; Jonas Fonteles Martins, com o trabalho potencialidades de um jogo educativo para ensino de ciência contemporânea; Wilhan Almeida de Mello, com o trabalho Potencialidades de um jogo educativo desenvolvido em realidade virtual imersiva para o ensino de nanotecnologia, e Leandro Mello Domingues Pinheiro, com os trabalhos O desenvolvimento de aplicativo para dispositivos móveis baseado no uso da realidade virtual e Holografia para o ensino de nanotecnologia, sob orientação do Prof. Drº Allan Ribeiro.

Matheus Bordin, com o trabalho identificação de cônicas por meio de matrizes, sob orientação da Profª Ma. Lívia Teresa Minami Borges.

Pedro Augusto da Silva Brissi, com o trabalho a produção da segregação socioespacial em birigui pelos condomínios residenciais fechados, sob orientação da Profª Drª Michele Bizzio.

Mario Eduardo Alves Mari, com o trabalho TIC´s construção de jogos digitais a partir de um projeto para o ensino de matemática; e Renata Galvão da Costa, com o trabalho Apresentação de jogos como apoio na educação matemática, sob orientação da Profª Drª Zionice de Martos Rodrigues.

Ryan Gabas, com o trabalho história dos números complexos e suas contribuições para o ensino da matemática, sob orientação da Profª Drª Tássia Tártaro.

Victor Felipe da Silva, com o trabalho Aspectos do desenvolvimento da criança: discussão a luz de teorias cognitivistas, sob a orientação do Prof. Drº. Ricardo Santin.

Suzane Neves Américo e Vanessa Xavier Sampaio, com o trabalho Tecnologia da informação e pedagogia de projetos: um relato de experiência sobre o ensino de números inteiros, sob orientação da Profª Ma. Luciana Leal.

Segundo a Coordenadora de Pesquisa do Câmpus, Profª Drª Andréia de Alcântara Cerizza, “a participação significativa no evento fortalece a pesquisa no Câmpus, com projetos que possuem impacto na formação do alunado e na sociedade, e são frutos de um trabalho coletivo, que fortalece o capital social. Somos gratos aos orientadores e alunos”.

A Coordenadora agradeceu a hospitalidade do Câmpus Boituva, na figura do Diretor Geral Bruno Luz, do Coordenador de Pesquisa Prof. Felipe Almeida e da Professora Heloisa Bressan Gonçalves. “Agradecemos a Pró Reitora de Pesquisa Elaine Inácio Bueno, a Diretora Cassia S. Cabral e toda a equipe da Pró Reitoria de Pesquisa, e no Câmpus o apoio do Diretor Geral, Prof. Dr. Edmar César Gomes da Silva. Agradecemos a Ana Broiz, aos servidores Diretor Adjunto Administrativo Gustavo Marques e Administradora Jandira Pinheiro, e aos amigos Professores que viajaram conosco, Deidimar Alves Brissi e Flavio Lima, que bateram recordes de iniciações científicas e de companheirismo; e a Professora Flavia Beatriz Prisco da Cunha, companheira e exemplo de Pesquisadora”, salienta Andréia.

registrado em:
Fim do conteúdo da página